Semalt: Como ficar longe do malware

Malware é uma palavra cunhada das palavras malware malicioso. Não há restrições quanto ao que constitui malware. Portanto, malware, em sua forma mais simples, refere-se a qualquer coisa que obtenha entrada ilegal no computador de uma pessoa. Não se engane, a intenção do software obter acesso ilegal à sua rede pode variar. No entanto, ele não possui um propósito legítimo em seu computador, motivo pelo qual é categorizado como malware

O gerente de sucesso do cliente da Semalt , Ivan Konovalov, sabe o que fazer para evitar a invasão de malware.

Os tipos anteriores de malware foram um esforço de seus desenvolvedores para mostrar suas habilidades e serviram para irritar seus alvos. Às vezes eles poderiam enviá-los como piadas. As versões posteriores devem ser observadas, pois se tornam mais perigosas e podem danificar os dados excluindo ou corrompendo os dados e o software associado. Na web contemporânea, a maioria dos programas de malware no mercado é destinada a fins lucrativos.

Tipos de malware

Tecnicamente, malware é um termo genérico e pode se referir a vários tipos de ameaças. Eles podem incluir o seguinte:

1. Eles podem assumir a forma de vírus direcionados a arquivos executáveis. Quando o usuário instala o software, o vírus se espalha para outros arquivos críticos no sistema. O vírus só pode infectar o computador por meio de uma ação do usuário, como abrir um anexo de email.

2. Worms são uma forma de malware que se espalha através de redes de computadores. Eles têm uma grande semelhança com vírus. Eles têm uma chance muito maior de se espalhar devido às imensas possibilidades trazidas pela internet como uma série de redes interconectadas.

3. Cavalos de Tróia são o arsenal de hackers que eles usam para ocultar malware e evitar a detecção por anti-malware. Eles assumem a forma de software legítimo que causa danos ao ser baixado e instalado.

4. Os rootkits modificam o sistema operacional para ajudar a ocultar e ocultar outros malwares. Eles não são prejudiciais, mas são a fonte de problemas, pois inibem a detecção de outros malwares.

5. As backdoors aparecem quando os invasores comprometem a segurança de um sistema. Eles oferecem suporte ao desligamento completo do usuário e promovem o acesso remoto por hackers, o que facilita a instalação de outros malwares.

6. Spyware é outro tipo de malware que reúne informações sobre a atividade do usuário com a intenção de roubar informações pessoais.

7. O tipo final de malware é o adware que aparece como um pop-up oferecendo programas gratuitos. Na maioria dos casos, são uma maneira pela qual as empresas podem cortar custos para recuperar os custos de desenvolvimento.

Evitando malware

A regra de ouro para evitar malware é evitar abrir ou instalar software ou qualquer coisa cuja origem seja indeterminada ou não verificada. Se alguém terminar em um site com o qual não está familiarizado, certifique-se de não baixar nada dele. Os únicos lugares para obter seu software e outras mídias são os sites respeitáveis ou aqueles com os quais se familiariza para reduzir o risco de infecção. Se o software não possui uma assinatura digital, sempre existe a opção de pesquisá-lo na Web e ver o que outras pessoas têm a dizer sobre ele. Quaisquer relatórios que apareçam, queixas ou coisas que pareçam estranhas sobre o site devem ser um sinal para deixá-lo em paz. Uma vantagem adicional é ter uma internet

mass gmail